Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. DEPUTADOS DO PT CRITICAM ATUAÇÃO DE MORO, QUE SE NEGA A RESPONDER PERGUNTAS “OFENSIVAS” ~ Verdades Ocultas

quinta-feira, 30 de março de 2017

DEPUTADOS DO PT CRITICAM ATUAÇÃO DE MORO, QUE SE NEGA A RESPONDER PERGUNTAS “OFENSIVAS”

Postado por: Fátima Miranda - 19:29:00

Compartilhar

& Curtir



247 com Agência Câmara - O juiz Sergio Moro participou nesta quinta-feira, 30, de audiência pública da comissão especial que analisa mudanças no Código de Processo Penal (PL 8045/10).


Durante o depoimento, Moro foi questionado por deputados do PT a respeito de decisões que adota na condução dos processos relativos à Operação Lava Jato.

O presidente da comissão especial, deputado Danilo Forte (PSB-CE), chegou a cortar a palavra do deputado Zé Geraldo (PT-PA), que acusou Moro de abuso de autoridade. "Ninguém cometeu mais abusos de autoridades que você", afirmou Zé Geraldo, dirigindo-se a Moro. Assista acima.

Os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ) questionaram atitudes e decisões de Moro relativas aos processos da Operação Lava Jato, que correm na Justiça Federal de Curitiba (PR).

Paulo Teixeira indagou o juiz a respeito do vazamento de interceptação telefônica de conversa entre a então presidente da República Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, antes da votação do processo da abertura do processo de impeachment de Dilma, na Câmara. "Vossa excelência quebrou o sigilo telefônico da presidente Dilma e foi repreendido pelo ministro Teori Zavascki [do Supremo Tribunal Federal]. No contexto de um golpe parlamentar, vossa excelência queria derrubar a presidente Dilma?", perguntou. Assista:
"Por que vossa excelência pediu desculpas ao Supremo no caso da interceptação da ex-presidente Dilma?", perguntou Wadih Damous, que criticou os métodos e as decisões de Moro. "Em função do que acontece no Paraná, não sei se estou ensinando corretamente aos meus alunos de Direito. O que se percebe hoje é um laboratório punitivista, em que os fundamentos do estado democrático de Direito estão sendo pulverizados", destacou o parlamentar do PT. Assista:Moro negou que pratica o que alguns críticos chamam de ativismo judicial – quando o juiz participa ativamente da fase pré-processual, de investigação. "No caso da Lava Jato, minha posição como juiz é totalmente passiva. Eu aprecio pedido das partes, mas muitas vezes o cumprimento imparcial da lei é compreendido como ativismo", declarou. Moro não quis responder perguntas que considerou ofensivas feitas durante o depoimento. "Não me cabe aqui ficar respondendo a parlamentares que fizeram perguntas ofensivas. Peço escusas, mas não vou responder", disse.




Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com