Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. OS BASTIDORES DO LOCAUTE MONSTRUOSO QUE ESTRANGULA O PAÍS ~ Verdades Ocultas

sexta-feira, 25 de maio de 2018

OS BASTIDORES DO LOCAUTE MONSTRUOSO QUE ESTRANGULA O PAÍS

Postado por: Elder Pereira - 16:52:00

Compartilhar

& Curtir




É isso o que acontece quando a elites brasileiras tomam o poder de assalto: o caos. Quem parou o país não foram sindicalistas radicais, foram os patrões que vestem terno e gravata, os presidentes de federações de transporte. Eles dizem odiar tumultos e vandalismo. No tumulto que causaram essa semana, a Petrobras sofreu um vandalismo cujos prejuízos chegaram a 14 bilhões de dólares, ou quase R$ 50 bilhões em valor de mercado.

Essa é uma ação que segue uma lógica simples: no saque do país, as federações de transporte querem a sua parte. O governo Temer não cessa de agradar as elites. Com ele, são as próprias elites que estão sentadas no palácio do Planalto e nos ministérios. Temer já começou acariciando o judiciário, pelo apoio prestado durante o impeachment de Dilma, com um megarreajuste com impacto de R$ 58 bilhões sobre os gastos públicos.


Depois vieram os R$ 40 bilhões para os ruralistas, com programas de isenção fiscal, parcelamentos e perdão de dívidas com a União. Veio então o benefício para o setor do petróleo, com previsão de perda de um trilhão em 25 anos para a União. Em 11 de julho de 2017, trabalhando para barrar na Câmara a aceitação da denúncia por corrupção passiva após o áudio de Joesley Batista, Temer liberou 103 bilhões para o agronegócio. Este foi um agrado de criado para patrões porque antes, em 07 de junho, já havia destinado o financiamento da safra dos ruralistas no valor de R$ 190,5 bilhões. Por último, o programa refis de Temer veio, agora em março de 2018, para perdoar R$ 62 bilhões em dívidas de empresários.

Note-se que o plano inicial pretendia perdoar R$ 543 bilhões em dívidas de empresários com a União.


É nesse país em permanente festa empresarial, que o locaute das empresas de transporte ganha uma explicação óbvia: os transportes não poderiam ficar de fora do butim geral. Assustado diante do gigantismo da depredação que ele mesmo ajudou a criar, o governo Temer, através do seu ministro da Defesa, denunciou a “greve” como locaute de grandes empresas:

“Pelas informações que tenho recebido, o movimento se caracteriza como um locaute, capitaneado por grandes empresas distribuidoras que querem manter suas margens [de lucro]”.


O acordo fechado ontem não passou de uma cortina de fumaça para ludibriar o país e sedar um pouco da ansiedade, ao mesmo tempo tirando os grandes empresários do olho do furacão e, assim, livrando-os das responsabilidades. O fato é que 70% da frota de caminhões está nas mãos das grandes empresas, organizadas nas grandes confederações. A maior delas é a CNT (Confederação Nacional dos Transportes).

Quem leu com atenção ontem as notícias sobre o acordo fechado pelo governo, percebeu logo que se tratava de um engodo e que o locaute continuaria. As federações fecharam o acordo com o governo mas a ABCAM, Associação Brasileira de Caminhoneiros, que representa 700 mil caminhoneiros (na verdade, representa as empresas que possuem os caminhões), não aderiu e abandonou a reunião.


Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, ao anunciar ontem com pompa o acordo, sabia que a paralisação continuaria hoje e que apenas encobria, com aquele acordo, a responsabilidade das grandes empresas e federações, que assim podiam sair de cena. Mas a ABCAM continuaria bloqueando as estradas. Na verdade, e isso é muito significativo, a ABCAM não é um corpo alienígena, mas é parte da CNT:

“A ABCAM, embora reconhecida, não tem abrangência nacional. A entidade passou a integrar a sessão de transportes de carga da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) em 2003.”

Evidentemente que, como parte da CNT, que assinou com o governo, a ABCAM devia ter seguido a CNT. Ou ser expulsa imediatamente dela. Não aconteceu nem uma coisa nem outra. O que mostra que há uma trama para manter o país bloqueado, sem sequer pensar nos custos humanos e materiais desse estrangulamento monstruoso.

E, vale lembrar, a CNT é aquela confederação que encomendou a pesquisa em que a maioria dos brasileiros, 51%, dizem ser favoráveis à prisão de Lula. Esta pesquisa é tão verdadeira quanto foi verdadeira a disposição da CNT de terminar o locaute após o “acordo” com o governo de ontem. Esse locaute é político, e pretende jogar o Brasil num caos semelhante ao da Venezuela. Mas disso, temos que falar em um próximo artigo.

Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Elder Pereira

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com