Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. NA ONU, BACHELET PODE TER POSIÇÃO DECISIVA NO CASO LULA ~ Verdades Ocultas

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

NA ONU, BACHELET PODE TER POSIÇÃO DECISIVA NO CASO LULA

Postado por: Fátima Miranda - 14:12:00

Compartilhar

& Curtir



247 - A próxima nomeação da ex-presidente do Chile Michelle Bachelet para chefe o Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU pode representar um novo momento de protagonismo das Nações Unidas em relação à prisão política de Lula. Ela foi indicada ontem para o cargo pelo secretário-geral entidade, António Guterres, e deve ser aprovada na próxima Assembleia Geral, formada por representantes de 193 países (leia aqui). Bachelet tem sido uma das líderes mundiais mais atuantes na defesa de Lula e na denúncia de sua condição de prisioneiro político.

O Alto Comissariado está acompanhando oficialmente o caso de Lula há dois anos e, em 22 de maio último, recebeu o caso do tríplex para uma avaliação formal das denúncias de violações aos direitos humanos cometidas pelo Estado brasileiro contra o ex-presidente (leia aqui e veja ao final um vídeo sobre isso). O caso deverá ser examinado durante a gestão de Bachelet à frente do órgão. 

Ela esteve no Brasil há duas semanas e, ao abrir o 12° Congresso da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) no Rio, defendeu a liberdade de Lula. Bachelet é médica e foi presidente do Chile por duas vezes, entre 2006 e 2010 e entre 2014 e 2018, pelo Partido Socialista. O pai dela, general da Força Aérea do Chile, defendeu o governo constitucional de Salvador Allende contra o golpe militar de Augusto Pinochet em setembro de 1973 e, por isso, foi preso, torturado e morto pela ditadura. Michelle e a mãe foram presas dois anos depois, igualmente torturadas, ficaram presas por um ano e partiram para o exílio, que durou até 1979. 

No início de julho, ela foi a articuladora de uma carta de 43 personalidades chilena dirigida ao Poder Judiciário brasileiro na qual protestavam contra a prisão de Lula e pediam a garantia de sua presença na eleições de 2018: "Consideramos que uma eleição presidencial sem Lula como candidato poderia ter sérias impugnações de legitimidade e aprofundaria ainda mais a crise política que o Brasil tem que superar" (aqui). Poucos dias depois, mais 52 personalidades políticas do Chile decidiram endossar o manifesto, entre elas a senadora Isabel Allende (aqui). A embaixada brasileira no Chile, instada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, nascido no Chile, recusou-se a receber uma delegação dos signatários da carta.

Há uma articulação para que Bachelet faça uma visita a Lula em Curitiba. Ela pretendia fazer isso quando esteve no Brasil para o congresso da Abrasco, mas o encontro não aconteceu. Ela tem se manifestado publicamente contra o golpe brasileiro e em defesa de Lula, no Chile, no Brasil e em viagens internacionais. 

Assista o vídeo:




**

Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com