Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. MPF USA DELAÇÃO DA JBS PARA PEDIR CONDENAÇÃO DE MULHER DE CUNHA ~ Verdades Ocultas

quarta-feira, 26 de julho de 2017

MPF USA DELAÇÃO DA JBS PARA PEDIR CONDENAÇÃO DE MULHER DE CUNHA

Postado por: Fátima Miranda - 09:48:00

Compartilhar

& Curtir



247 - Na apelação que fez ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) para pedir a condenação de Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o Ministério Público Federal (MPF) utilizou elementos que constam da delação premiada de executivos do grupo JBS. O MPF cita e-mails onde ela menciona o nome de Altair Alves Pinto, sendo que em boa parte deles a menção vem acompanhada de valores.

Na delação da JBS, o empresário Joesley Batista e outros funcionários do grupo empresarial, disseram ter realizado pagamentos mensais a Cunha após o ex-parlamentar ter sua prisão preventiva decretada pela Justiça Federal. Os repasses seriam uma forma de comprar o silêncio de Cunha no âmbito da Lava Jato. Os pagamentos, que somam cerca de R$ 5 milhões, teriam sido operacionalizados por Altair. Segundo os procuradores, os e-mails comprovam que Cláudia Cruz sabia que os recursos eram originários de propina.

Na decisão que absolveu Cláudia Cruz, o juiz federal Sérgio Moro disse que não haviam provas de que ela tivesse conhecimento da origem dos recursos de Cunha, o que resultou na absolvição dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas pelos quais havia sido denunciada.

"Ressalte-se que, não obstante tais e-mails já serem de conhecimento do MPF, o nexo causal entre estes documentos e os crimes apurados só foi evidenciado após a colaboração premiada dos executivos da JBS, que revelou a rotina de pagamentos espúrios operacionalizados por Altair Alves Pinto em favor da família de Eduardo Cunha, incluindo a apelada, como visto", destacaram os procuradores na apelação.

A defesa, por sua vez, alega que a jurisprudência que impede o uso de fatos novos após a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro. A defesa também destaca que os e-mails não possuem relação temporal com as delações dos irmãos Batistas, uma vez que as mensagens teriam acontecido em 2013, anteriormente a delação premiada que aponta o pagamento de propina após a prisão de Cunha, em outubro de 2016.



Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com