Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. HOMEM DA MALA ERA ASSESSOR ESPECIAL DE OPERADOR DE TEMER ANTES DE IR PARA A JBS ~ Verdades Ocultas

segunda-feira, 22 de maio de 2017

HOMEM DA MALA ERA ASSESSOR ESPECIAL DE OPERADOR DE TEMER ANTES DE IR PARA A JBS

Postado por: Fátima Miranda - 10:30:00

Compartilhar

& Curtir



247 - O delator Ricardo Saud era o homem de confiança de Wagner Rossi no Ministério da Agricultura em 2011, antes de exercer função relacionada a pagamento de propina a políticos como Michel Temer e Aécio Neves (PSDB) na JBS. Ele foi diretor do programa de Cooperativismo da pasta.



Envolvido em uma série de suspeitas de corrupção e tráfico de influência, Wagner Rossi era indicado de Michel Temer e foi demitido pela presidente Dilma Rousseff, depois da revelação de que ele e o filho, o deputado Baleia Rossi (PMDB-SP), usavam o jatinho de uma empresa de agronegócios, a Ouro Fino, para viagens particulares.

Ricardo Saud era sócio da Ethika Suplementos e Bem Estar, uma subsidiária do grupo Ouro Fino, empresa que ampliou o faturamento em 81% depois de entrar no mercado de vacinas contra a febre aftosa. Antes de virar delator da JBS, Saud também teria atuado ainda, quando era secretário de Desenvolvimento Econômico em Uberaba, para a doação de terreno de 226 mil metros quadrados para a Ouro Fino instalar unidade industrial. 

Quando Dilma demitiu Wagner Rossi, Ricardo Saud foi o primeiro assessor a deixar o Ministério da Agricultura, no dia 19 de agosto de 2011. Depois disso, o empresário foi contratado por Joesley Batista e se tornou o homem da mala da JBS. Ele foi filmado entregando malas de dinheiro enviadas por Joesley ao deputado federal Rocha Loures (PMDB-PR), destacado por Michel Temer para negociar com a JBS temas de interesse do grupo empresarial.

Em vídeo de delação premiada, o empresário Joesley Batista relata, o pedido feito por Michel Temer para que fosse paga uma mesada de R$ 100 mil a Wagner Rossi pela JBS, depois que ele foi demitido por Dilma. O valor teria sido pago pela JBS por um ano (leia mais). 

Assista ao vídeo em que Joesley relata pedido de propina de Temer para Wagner Rossi:

*





Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com