Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. CARDOZO DIZ QUE SANTANA REITEROU SUA CONTRADIÇÃO COM MÔNICA MOURA ~ Verdades Ocultas

quarta-feira, 17 de maio de 2017

CARDOZO DIZ QUE SANTANA REITEROU SUA CONTRADIÇÃO COM MÔNICA MOURA

Postado por: Fátima Miranda - 12:18:00

Compartilhar

& Curtir



247 -O ex-ministro da Justiça no governo Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, afirmou em nota nesta quarta-feira 17 que a manifestação do marqueteiro João Santana sobre as diferentes versões entre ele e sua esposa, Mônica Moura, sobre o episódio em que o casal conta ter sido avisado antecipadamente por Dilma de sua prisão "não só não esclarece a clara contradição entre o seu depoimento e o de Monica Moura, mas como a reitera".

"De fato, basta verificar os depoimentos dos delatores e a nota em questão, para que se constate a evidente contradição, sobre os momentos e as maneiras pelas quais teriam sido hipoteticamente avisados da sua prisão pela presidenta Dilma Rousseff", diz o ex-ministro, que nega ter informado Dilma antecipadamente sobre o mandado de prisão. Cardozo lembrou ainda que a não comprovação dos fatos fará com que o casal perca seus benefícios na delação premiada.

Confira abaixo o vídeo que mostra as diferentes versões e a íntegra da nota de Cardozo:



NOTA À IMPRENSA

A respeito da nota divulgada pelo publicitário João Santana, acerca de entrevistas que concedi sobre as claras contradições existentes entre os seus depoimentos e os de sua esposa Monica Moura, em delação premiada, afirmo e esclareço que:

1. É esperado que alguém defenda, inclusive com deliberada veemência e indignação, os termos de uma delação que firmou com a finalidade de obtenção de condições mais vantajosas para o cumprimento de uma sanção penal. Afinal, a não comprovação dos depoimentos prestados pelos delatores levará à perda das vantagens pretendidas.

2. Todavia, o que chama atenção é que, com esta manifestação, o publicitário não só não esclarece a clara contradição entre o seu depoimento e o de Monica Moura, mas como a reitera. De fato, basta verificar os depoimentos dos delatores e a nota em questão, para que se constate a evidente contradição, sobre os momentos e as maneiras pelas quais teriam sido hipoteticamente avisados da sua prisão pela presidenta Dilma Rousseff.

3. Reitero, por fim, que no caso da prisão de João Santana, nem a Polícia Federal, nem o Ministério Público, nem o Poder Judiciário quebraram o sigilo da operação, avisando a mim, então ministro da Justiça, das prisões antes do momento apropriado. Apesar da possibilidade da prisão, naquele período, ser abertamente especulada pela imprensa, fui comunicado da existência de mandado de prisão a ser executado, como rotineiro, no momento da sua concretização. Foi nesse instante que, ao ser cientificado, cumpri meu dever funcional informando à senhora presidenta da República da prisão de João Santana e da Monica Moura.

José Eduardo Cardozo, ex-Ministro da Justiça e ex-Advogado Geral da União




Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com