Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. “Bate na cara e espanca até matar”, cantam PMs do Paraná em treinamento. Assista ~ Verdades Ocultas

segunda-feira, 15 de maio de 2017

“Bate na cara e espanca até matar”, cantam PMs do Paraná em treinamento. Assista

Postado por: Fátima Miranda - 20:49:00

Compartilhar

& Curtir



Gazeta do Povo - Um vídeo que corre a Internet mostra soldados da Rotam paranaense fazendo exercícios físicos enquanto cantam uma letra agressiva e violenta. Na música, os militares falam em “mirar na cabeça”, “bater na cara”, “arrancar a pele e esmagar os ossos”. E depois de um verso sobre jogar o corpo “na vala” falam em “rezar um Pai Nosso”.

Publicado no Facebook pela página Admiradores da Polícia Militar do Paraná, o vídeo teria sido filmado na Academia do Guatupê, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Postado em março, o vídeo tem perto de 200 mil de visualizações e foi compartilhado quase duas mil vezes.

A música é parte de um repertório conhecido como “Canções TFM”, abreviação que significa Treinamento Físico Militar. Muitas delas falam sobre atos violentos. A Polícia Militar do Paraná diz que esse tipo de canção está “caindo em desuso”.


No trecho audível no vídeo, a letra diz o seguinte:

“Eu miro na cabeça, atiro sem errar
Se munição eu já não tiver, pancadaria vai rolar

Bate na cara, espanca até matar
Arranca a cabeça e explode ela no ar

Arranca a pele e esmaga os seus ossos
Joga ele na vala e reza um Pai Nosso.”

Questionada pelo blog, a Polícia Militar do Paraná emitiu uma nota em que afirma que esse tipo de música não é proibido, mas afirma que a polícia paranaense se pauta por seu “dever constitucional”, o que inclui evitar a violência desnecessária. Veja a nota na íntegra:

“Apesar de estarem caindo em desuso, estas canções são utilizadas pelas forças de segurança pública no Brasil e no mundo inteiro. Na PM do Paraná, apesar de não haver orientação proibitiva, alguns grupos as utilizam durante treinamento. No entanto, a PM destaca que estas canções não determinam a formação e nem a conduta de atuação dos policiais militares nas ruas diariamente. 

A Polícia Militar, em sua missão constitucional, se pauta pela atuação de policiamento comunitário, em consonância com os Direitos Humanos e de absoluto respeito à dignidade da pessoa humana.”




Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

1 comentários:

  1. Por que então não proibir os funks que aliciam menores à devassidão, ou os raps que fazem apologia às drogas e ao enfrentamento com a polícia? Ora,se isso é cultura, respeitem a cultura militar!

    ResponderExcluir

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com