Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. Acabou a brincadeira: Lava Jato não tem “meninos” e Curitiba não é República ~ Verdades Ocultas

sábado, 6 de maio de 2017

Acabou a brincadeira: Lava Jato não tem “meninos” e Curitiba não é República

Postado por: Elder Pereira - 15:10:00

Compartilhar

& Curtir

Por Wellington Calasans, Colunista do Cafezinho, na Suécia
A brincadeira só tem graça quando todos se divertem com ela. A Lava Jato está longe de ser uma brincadeira engraçada para que fiquemos aqui com eufemismos que apresentam a justiça de Curitiba como algo maior do que ela é ou os justiceiros que nela atuam como ingênuos ou infantis.
A Lava Jato não tem meninos! São marajás com salários acima do teto, mas que praticam a falácia do combate à corrupção. Parciais, usam do apoio da Globo para impor o modus operandi dos justiceiros. São os jagunços da justiça. O desgaste imposto pelo tempo tem sido capaz de derrubar as suas máscaras. Hoje a sociedade sabe que esses marajás agem como moleques que fazem bulling contra alvos mais vulneráveis.
Da mesma forma, vamos parar de chamar Curitiba de República. A Constituição Federal vale para todo o território nacional e não pode ser estuprada todos os dias por conta de crimes lesa-pátria, egocentrismo ou planos secretos de figuras bizarras como Moro e o “Zé do PowerPoint” (marca registrada pelo colega Miguel do Rosário).
O enredo manjado de ausência de provas e o excesso de convicções já não causa mais impacto. O brasileiro viu o desemprego explodir porque a má-fé de Moro optou por quebrar empresas quando deveria punir os corruptos. Não há mais como esconder isso.
A perseguição a Lula é o entretenimento que ocupa todos os noticiários da Globo e os seus tentáculos do PIG – Partido da Imprensa Golpista. Enquanto isso, o desmonte da soberania nacional e do estado social é tocado por uma quadrilha. O povo já acordou e não adianta os golpistas fazerem cara de paisagem.
Há boatos que apontam para o envolvimento de quadros do judiciário no escândalo do Banestado e das APAEs. Seria bom a justiça se mexer para investigar isso. Delação de torturados não vale, pois somos éticos e não concordamos com esse método.
Já havíamos antecipado aqui no Cafezinho que Moro não tem provas contra Lula e que usaria as “delações” (leia-se: confissões de desesperados sob tortura psicológica) para, através da Globo (emissora responsável pela novela Lava Jato) tentasse mais uma vez o desgaste da imagem do mais popular político da América Latina. Adiou o depoimento para isso, como explica detalhadamente o advogado de defesa de Lula, Dr. Cristiano Zanin (leia a íntegra do texto logo a seguir).
Nota da defesa de Lula (5 de maio de 2017):
O depoimento de hoje (5/5) do ex-diretor da área de serviços da Petrobras Renato Duque segue o padrão já identificado nas declarações dos novos candidatos a delatores que o antecederam, caso de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e de seu subordinado Agenor Medeiros. Eles citam Lula, falam de encontros e de conversas com o ex-Presidente, mas não têm qualquer prova do que afirmam. Ao dizer que Lula tinha “pleno conhecimento de tudo, tinha o comando”, Duque busca por em pé perante o Juízo da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba a falaciosa tese do procurador Deltan Dallagnol explorada no seu famoso power-point e que foi negada por 73 testemunhas já ouvidas sob o compromisso de dizer a verdade. Depoimentos cruzados – e certamente combinados – não substituem provas.
Nos três casos, chama a atenção que os advogados dos réus tenham feito questionamentos não para defesa dos clientes, mas com o objetivo de envolver o nome de Lula, inclusive em processos em que ele sequer é parte – caso do depoimento de hoje. O ex-Presidente foi submetido a uma devassa com a quebra de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico, além de buscas e apreensões em sua casa e na de seus familiares e nenhum ato ilegal foi identificado. Até mesmo pessoas referidas por Duque, como Pedro Barusco, quando ouvidas com o compromisso de dizer a verdade, negaram a participação de Lula.
Foram 24 audiências realizadas só na ação que trata do triplex do Guarujá e nenhuma prova foi produzida contra o ex-Presidente. Não pode ser coincidência que, nos últimos 15 dias, depois de anunciado o adiamento do depoimento de Lula, três pessoas que há muito tentam destravar uma delação para reduzir suas penas e até mesmo sair da cadeia – caso de Pinheiro e Duque – tenham resolvido falar, especialmente considerando que o processo de Duque já estava em fase de alegações finais. Merece repúdio que se aceite negociar futuras vantagens em troca de acusações frívolas, confirmando o caráter ilegítimo das denúncias contra Lula.
Cristiano Zanin Martins
Fonte: ocafezinho

Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Elder Pereira

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com