Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. FRACASSA PLANO DE DORIA PARA TRANSPORTAR SERVIDORES MUNICIPAIS ~ Verdades Ocultas

sexta-feira, 28 de abril de 2017

FRACASSA PLANO DE DORIA PARA TRANSPORTAR SERVIDORES MUNICIPAIS

Postado por: Fátima Miranda - 08:22:00

Compartilhar

& Curtir



Da revista Fórum

Fracassou o plano do prefeito João Doria (PSDB, de oferecer transporte gratuito para os servidores municipais irem ao trabalho nesta sexta (28). Doria é um dos mais entusiastas furadores da greve contrária às reformas do governo Temer.

O tucano havia feito um acordo na quarta (26) com as empresas Uber e 99 para que transportassem os funcionários públicos, conforme antecipado pela colunista Mônica Bergamo, mas as empresas recuaram. Junto com o anúncio, o prefeito afirmara que iria cortar o ponto de quem não comparecesse ao trabalho.

O plano era que os aplicativos fizessem uma doação à prefeitura, reembolsando os motoristas que transportassem os servidores. O sindicato da categoria, que representa cerca de 129 mil trabalhadores, declarou adesão à greve.

Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura disse que “não foi possível obter a gratuidade”, mas que foi em decorrência do pedido da Prefeitura que as empresas se dispuseram a oferecer desconto nas corridas para todos os usuários, e não apenas os servidores. O órgão não respondeu, contudo, se Doria manteria a promessa de cortar o ponto dos servidores que não forem ao trabalho.

Na noite de quarta, um formulário online foi enviado aos servidores solicitando informações como RG, endereço, órgão no qual trabalha e e-mail (que poderia ser o pessoal).

O link para o formulário, contudo, vazou na internet e começou a ser divulgado por apoiadores da greve, que pediam para que todos fizessem cadastros falsos.

Nesta quinta (27), servidores municipais receberam um novo e-mail com orientações para contornar a paralisação, como tentar a utilização do transporte público, procurar colegas que moram próximos “para compartilhar caronas” e uso da frota de veículos das secretarias.

A Prefeitura também indica que os aplicativos Uber e 99 oferecem descontos de R$ 20 nas corridas —promoção disponível para todos os usuários.

“Infelizmente, para possibilitar que todos os paulistanos possam utilizar esse serviço, haverá um limite de R$20,00 por pessoa. Não será mais livre como inicialmente divulgado”, diz o e-mail enviado pela assessoria de comunicação da Secretaria de Gestão.

“Não será necessário nenhum código disponibilizado pela Prefeitura, já que a base de dados da Prefeitura não foi compartilhada e o benefício foi estendido para todos”, afirma a nota.

Veja abaixo a íntegra da resposta da Prefeitura à Folha:

“Com relação ao transporte dos servidores, a Prefeitura esclarece que negociou com as empresas de transporte individual, porém não foi possível obter a gratuidade. Entretanto, em decorrência do pedido da Prefeitura, as empresas de aplicativo 99 Taxis e Uber se dispuseram a oferecer um crédito de R$ 20 para duas viagens realizadas, nesta sexta-feira (28), a todas as pessoas que precisem trabalhar – um total de R$ 40 ao dia.”

Fracassou o plano do prefeito João Doria (PSDB, de oferecer transporte gratuito para os servidores municipais irem ao trabalho nesta sexta (28). Doria é um dos mais entusiastas furadores da greve contrária às reformas do governo Temer.

O tucano havia feito um acordo na quarta (26) com as empresas Uber e 99 para que transportassem os funcionários públicos, conforme antecipado pela colunista Mônica Bergamo, mas as empresas recuaram. Junto com o anúncio, o prefeito afirmara que iria cortar o ponto de quem não comparecesse ao trabalho.

O plano era que os aplicativos fizessem uma doação à prefeitura, reembolsando os motoristas que transportassem os servidores. O sindicato da categoria, que representa cerca de 129 mil trabalhadores, declarou adesão à greve.

Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura disse que “não foi possível obter a gratuidade”, mas que foi em decorrência do pedido da Prefeitura que as empresas se dispuseram a oferecer desconto nas corridas para todos os usuários, e não apenas os servidores. O órgão não respondeu, contudo, se Doria manteria a promessa de cortar o ponto dos servidores que não forem ao trabalho.

Na noite de quarta, um formulário online foi enviado aos servidores solicitando informações como RG, endereço, órgão no qual trabalha e e-mail (que poderia ser o pessoal).

O link para o formulário, contudo, vazou na internet e começou a ser divulgado por apoiadores da greve, que pediam para que todos fizessem cadastros falsos.

Nesta quinta (27), servidores municipais receberam um novo e-mail com orientações para contornar a paralisação, como tentar a utilização do transporte público, procurar colegas que moram próximos “para compartilhar caronas” e uso da frota de veículos das secretarias.

A Prefeitura também indica que os aplicativos Uber e 99 oferecem descontos de R$ 20 nas corridas —promoção disponível para todos os usuários.

“Infelizmente, para possibilitar que todos os paulistanos possam utilizar esse serviço, haverá um limite de R$20,00 por pessoa. Não será mais livre como inicialmente divulgado”, diz o e-mail enviado pela assessoria de comunicação da Secretaria de Gestão.

“Não será necessário nenhum código disponibilizado pela Prefeitura, já que a base de dados da Prefeitura não foi compartilhada e o benefício foi estendido para todos”, afirma a nota.

Veja abaixo a íntegra da resposta da Prefeitura à Folha:

“Com relação ao transporte dos servidores, a Prefeitura esclarece que negociou com as empresas de transporte individual, porém não foi possível obter a gratuidade. Entretanto, em decorrência do pedido da Prefeitura, as empresas de aplicativo 99 Taxis e Uber se dispuseram a oferecer um crédito de R$ 20 para duas viagens realizadas, nesta sexta-feira (28), a todas as pessoas que precisem trabalhar – um total de R$ 40 ao dia.”



Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com