Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. MBL propõe renda básica de R$ 500 para brasileiros acima de 65 anos ~ Verdades Ocultas

sábado, 11 de março de 2017

MBL propõe renda básica de R$ 500 para brasileiros acima de 65 anos

Postado por: Fátima Miranda - 08:58:00

Compartilhar

& Curtir



A proposta do movimento que pediu o impeachment de Dilma Rousseff está numa emenda assinada por dois deputados

LUÍS LIMA E RODRIGO CAPELO
10/03/2017 - 18h41

ÉPOCA - O Movimento Brasil Livre (MBL), um dos mais atuantes no impeachment da presidente Dilma Rousseff, protocolou uma emenda à proposta de reforma da Previdência do governo, nesta sexta-feira (10), por intermédio dos deputados Jerônimo Goergen (PP-RS) e Daniel Coelho (PSDB-PE). O texto propõe, entre outros pontos, uma renda básica de R$ 500 para os brasileiros acima dos 65 anos e uma fusão do FGTS com o seguro desemprego. Na parte de benefícios, sugere dois modelos: um contributivo voluntário por capitalização (uma espécie de plano de aposentadoria complementar) e o tradicional, por repartição, mas com regras iguais para todos e financiando por contribuições menores que as atuais. 

A proposta foi baseada em um estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Inicialmente, o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) encamparia a ideia, mas o movimento diz que não quis misturar propostas dos democratas às suas. “O projeto mira os jovens, a população que nasceu depois dos anos 2000. É de longo prazo, que não suprime a do governo”, diz Renan Haas, coordenador nacional do MBL. “No atual modelo, os jovens sustentam os velhos. Em nosso, uma parte será repartição, que é o modelo tradicional, e outra será capitalização, um modelo bem mais moderno.” 

O prazo para a entrega de emendas à proposta deverá acabar na próxima terça-feira (14). Até agora foram apresentadas 57 emendas. A maior parte delas tenta assegurar direitos previstos na legislação atual ou são mais generosas aos trabalhadores e pensionistas que o texto encaminhado pelo Planalto.

Posto do INSS (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O próximo passo será a apresentação do relatório do deputado Arthur Maia (PPS-BA), esperado para o dia 29 de março. Segundo ele, a proposta da equipe econômica do presidente Michel Temer “não passará como está”, sobretudo devido às regras de transição colocadas para homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 45 anos. A projeção do governo é que a proposta seja aprovada pelo plenário da Câmara em maio.







Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com