Damos as boas vindas e agradecemos a todos pela visita a este espaço. Fiquem à vontade para acompanhar ao máximo todas as notícias e informações divulgadas e aproveitem para assistir AO VIVO a TV Justiça, TV Senado e a TV Câmara. ** We like welcome and thank you all for visiting this space. Feel free to follow the maximum all published news and INFORMATION To Watch and enjoy LIVE TV Justice, Senate TV and TV camera. ZANIN: TARSO DEU AULA A MORO, QUE PODERIA TER EVITADO AÇÃO CONTRA LULA ~ Verdades Ocultas

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

ZANIN: TARSO DEU AULA A MORO, QUE PODERIA TER EVITADO AÇÃO CONTRA LULA

Postado por: Fátima Miranda - 06:11:00

Compartilhar

& Curtir


*

247 - O juiz Sergio Moro, da Lava Jato, demonstrou preocupação com "questões político-partidárias" durante sua audiência com o ex-ministro e ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro no caso do triplex no Guarujá, afirmou o advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin Martins.

Tarso depôs como testemunha de defesa de Lula no processo. Segundo Zanin Martins, Moro teve uma "verdadeira aula de ciência política" de Tarso Genro. "Se essa aula tivesse ocorrido antes, possivelmente muitos erros conceituais que a denúncia cometeu nesse campo poderiam ter sido evitados", opina o advogado.

Durante a audiência, o juiz demonstrou preocupação com o processo de refundação do PT e fez perguntas ao depoente sobre punição do partido aos acusados de corrupção. "Essa ideia da refundação, renovação, também envolveria reconhecimento de eventuais irregularidades praticadas por agentes vinculados ao Partido dos Trabalhadores?, perguntou Moro.

O juiz argumentou que queria entender a relação do partido com seus subordinados, e demonstrou interesse sobre como esse projeto lidaria com integrantes acusados de corrupção, como José Dirceu e Delúbio Soares.

O advogado de Lula tentou interromper o interrogatório sobre o partido: "Vossa Excelência, na verdade, não está julgando o PT e nem questões de natureza político-partidária". Moro respondeu que queria entender a relação do PT e do ex-presidente Lula em relação interna partidária.

O jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, comentou a atuação de Moro na audiência: "Não lhe diz respeito analisar atitudes de um ente partidário, muito menos as de natureza subjetiva. Justiça criminal é sobre responsabilidade objetiva, sobre alguém praticar ou encobrir um delito, não sobre o julgamento moral que faz sobre apenamentos que são de indivíduos". Para ele, Moro demonstrou fazer um julgamento político, não criminal.



Postado Por: VERDADES OCULTAS/ Fátima Miranda

RESPEITAMOS A DEMOCRACIA! "Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida. Quanto ao ponto de chegada, depende de cada um." Fernando Sabino

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Verdades Ocultas

Direitos reservados a VERDADES OCULTAS - Hidden Truths News - Personalização/Arte digital FMS Artes Gráficas WhatsApp 71-99291.6634. http://www.templatezy.com